Conheça o PHP e suas principais funções

php

Na hora de criar um sistema, um site ou um portal, o Desenvolvedor se depara com uma infinidade de linguagens de programação disponíveis. Essa linguagem é a forma como o programador irá escrever o algoritmo que será interpretado pela máquina. Dada a popularização da internet e com o fato da maioria dos sistemas terem migrado para a rede, a linguagem PHP ganhou espaço no mercado.

Conhecer o PHP não é importante somente para desenvolvedores. Todos que administram alguma hospedagem de site devem conhecer o básico da linguagem. Por que isso é importante? Porque cerca de 80% das páginas web são construídas em PHP.

Aqui, iremos apresentar um pouco das características da linguagem e suas principais funções. Entendendo como tudo funciona, fica mais fácil resolver problemas e otimizar o seu código para ter uma melhor hospedagem.

O que é PHP

Criado em 1995 com o nome de “Personal Home Page”, O PHP foi uma linguagem desenvolvida para criar conteúdo dinâmico para a Web. Com o passar do tempo, o nome da linguagem mudou para Hypertext Preprocessor, mas o acrônimo PHP foi mantido.

A principal função do PHP é criar páginas dinâmicas para a internet. O que isso quer dizer? As páginas web são originalmente estáticas, ou seja, o conteúdo é entregue pelo servidor e é exibido estaticamente no navegador do usuário. Porém, com o PHP, é possível escrever um script que determinará como a página irá se comportar de acordo com as entradas inseridas pelo usuário.

O Dinamismo hoje é crucial para qualquer site. É essa característica que possibilita a criação de verdadeiros sistemas via web. Os scripts em PHP permitem que os dados informados pelo usuário sejam armazenados com segurança em sua hospedagem. Outro exemplo de comportamento dinâmico é poder exibir uma mesma página de forma diferente de acordo com dados ou condições informadas pelo usuário.

O PHP é uma linguagem back-end, isso significa que ele roda no lado do servidor. Funciona basicamente assim: o script escrito em PHP é executado no servidor de hospedagem, e retorna para o usuário apenas o código HTML da página. Desta forma, quem está acessando o site não pode ver o código-fonte. Qual a vantagem disto?

O principal fator é a segurança da hospedagem. Como quem acessa o site não vê o código, informações como os dados do usuário e as senhas de acesso a banco de dados ficam protegidas. Esse caso é diferente do JavaScript, que é uma linguagem executada do lado do cliente.

PHP básico

Apesar de ser uma linguagem muito poderosa e cheia de recursos, o PHP é muito fácil para os iniciantes em programação. Conhecendo um pouco da linguagem, você pode desenvolver scripts para acessar bancos de dados, criar logins e até mesmo fazer alterações no WordPress da sua hospedagem.

Para quem quer conhecer o básico do PHP para começar a programar, o site oficial possui um simples tutorial que pode ser acessado aqui. Você nem precisa ter uma hospedagem: basta instalar um servidor web no seu computador e criar seus primeiros scripts. O PHP é compatível com os principais sistemas operacionais. Uma boa dica é baixar o Xampp, que já vem com um servidor web, o PHP e banco de dados MySQL.

Principais características do PHP

Por trás da popularidade do PHP estão diversas características que tornam a linguagem uma das preferidas dos desenvolvedores Web. Primeiro de tudo, o PHP é gratuito e open-source, o que o torna disponível em quase todas as hospedagens.

Outro atrativo do PHP é a facilidade com que ele se mescla ao código HTML. Como a linguagem HTML é uma linguagem de marcação que forma apenas páginas estáticas, ela é um tanto limitada para os padrões atuais. É aí que entra o PHP, que pode ser embutido diretamente no meio do código HTML. Basta colocar as tags “<?php >” e pronto: o servidor irá interpretar tudo o que está contido ali dentro como PHP. Muito fácil, não é mesmo?

A evolução da web gerou a necessidade do armazenamento de dados. Todos os principais sites guardam alguma informação de seus usuários em bancos de dados. Seja para login e senha, dados cadastrais ou pedidos de compra, todas as melhores hospedagens oferecem serviços de Banco de Dados para seus clientes. O que o PHP tem a ver com isso? A linguagem dá suporte para todo os principais banco de dados, e garante uma ótima compatibilidade. A lista completa conta com mais de 20 bancos de dados, entre eles:

  • MySQL;
  • MongoDB;
  • PostgreSQL;
  • Sybase.

As extensões para bancos de dados do PHP tornam muito simples a criação de uma página web para consulta de dados. Com um pequeno script é possível ler e salvar informações pertinentes.

Como podemos ver, a flexibilidade do PHP o torna uma excelente ferramenta para ser utilizada junta com outros serviços. Para a comunicação com outras aplicações, o PHP trabalha com uma infinidade de protocolos, tais como LDAP, IMAP, SNMP, NNTP, POP3, HTTP, COM.

Além de todas as vantagens, o PHP é a linguagem utilizada na construção dos melhores gerenciadores de conteúdo. As opções mais utilizadas em hospedagens, como o Wordpress e o Joomla, são feitas com PHP, o que torna muito mais fácil sua customização por quem sabe ao menos o básico da linguagem.

Sistemas mais robustos voltados para e-commerce, como o Magento, também utilizam o PHP na criação das suas lojas virtuais.

Quais as principais funções do PHP

Com a variedade de protocolos, bancos de dados e interação com outros aplicativos, as possibilidades com PHP são limitadas apenas pela criatividade do Desenvolvedor. Entre as principais coisas que o PHP pode fazer, as mais importantes são:

  • Coletar dados de formulários;
  • Acessar, ler e gravar em bancos de dados;
  • Criar sites com conteúdo dinâmico;
  • Receber e enviar cookies;

Como o PHP é de código aberto, outra função importante é poder customizar aplicações construídas com a linguagem. Suponhamos que você possui o WordPress instalado em sua hospedagem. Você pode criar um site facilmente sem conhecer nenhuma linguagem de programação. No Entanto, caso você conheça o PHP básico poderá customizar um pouco a ferramenta. Caso você tenha um conhecimento mais sólido da linguagem, a customização do WordPress pode ser ainda maior – é possível inserir opções, tipos de menu, contents e categorias de posts.

A relação do WordPress com o PHP foi um dos principais motivos para o crescimento da utilização da linguagem. Como O CMS é o mais utilizado no mundo, o conhecimento da linguagem por trás da ferramenta é essencial para quem quer fazer melhor uso do Wordpress.

Suporte ao PHP

Além de amplamente utilizada, o PHP também é uma linguagem muito robusta. Por ser um projeto de código aberto e não exclusivo de uma empresa específica, as atualizações são frequentes e muito consistentes. O interpretador do PHP (programa que roda no servidor e transforma a linguagem de programação na linguagem da máquina) está constantemente sendo atualizada pela comunidade. Atualmente a versão mais recente é a 7.

Todos os principais servidores de hospedagem dão suporte ao PHP, e contam com equipes de atendimento que dão auxílio na manutenção do código. O fato de o PHP estar rodando na maioria dos servidores web atuais garante uma ótima compatibilidade aos sistemas construídos com ele.

O PHP também tem a confiabilidade de um projeto de 24 anos de história. A ferramenta foi toda pensada para a web, e acompanhou todas as evoluções da internet nesses anos. É amplamente usada em grandes sites, como a Wikipedia, WordPress, Facebook e Flickr. Essa grande utilização faz com que a linguagem seja dominada pelos principais desenvolvedores do mercado.

Existe também uma série de cursos e treinamentos voltados tanto para quem quer conhecer o PHP básico até desenvolvedores mais experientes. A internet também é cheia de tutoriais e dicas para quem quer fazer reparos em seus scripts.

Outras características técnicas do PHP

A simplicidade e a eficiência são os principais pilares do PHP. O principal intuito da linguagem é a criação de soluções velozes e compatíveis com outras aplicações. Entre as características técnicas, destacam-se:

  • Programação orientada a objetos;
  • Roda independentemente de plataforma;
  • Server-side;
  • Pode ser utilizada em scripts de linhas de comando.

Segurança na hospedagem compartilhada

É muito comum que as pessoas que querem hospedar um site escolham uma hospedagem compartilhada. O principal motivo é o baixo custo de dividir o servidor com outros sites ao invés de ter um dedicado só para o seu. Como o PHP roda do lado do servidor, é necessário atenção no caso de hospedagens compartilhadas.

Imagine uma hospedagem rodando diversos scripts PHP de sites diferentes em um mesmo servidor. É necessário cuidado redobrado com a segurança. Afinal de contas, ninguém quer o código de outro site bagunçando sua aplicação.

O principal é conferir quais as ferramentas de segurança que a hospedagem oferece nos servidores compartilhados. Além disso, vale conferir quais os tipos de site que a empresa permite em seus servidores. Algumas páginas são muito vulneráveis a hackers, e caso algum intruso entre no servidor, poderá ter acesso aos dados de seu site também.

Manter a versão do PHP atualizada é uma das principais medidas de segurança. Ficar com uma versão desatualizada e que não recebe mais suporte pode resultar em dores de cabeça. Ter a versão sempre em dia é garantia não só de um site mais seguro, mas também de maior performance e velocidade para a página.

No caso de um servidor de hospedagem, a escolha da versão do PHP é feita pela empresa que hospeda seu site. Por esse motivo é importante escolher a melhor hospedagem de site para que não tenha nenhum tipo de problema qual a versão do PHP utilizada. Somente os administradores podem fazer atualizações importantes como esta dentro de um servidor de hospedagem.

O PHP também conta com um Modo de Segurança (safe_mode), que pode ser utilizado para bloquear algumas funções. Isso pode ajudar a proteger o seu site de ataques indesejados. Caso sua aplicação armazene dados muito importantes ou lide com recursos financeiros de clientes, é bom considerar contratar uma hospedagem em um servidor dedicado.

Conclusão

A verdade é que o PHP praticamente não possui pontos negativos. A linguagem é simples, gratuita, fácil de utilizar, compatível com a maioria dos bancos de dados e com os principais gerenciadores de conteúdo. Isso é tudo, não existe um “mas” depois.

Por estar presente em quase todas as hospedagens, a linguagem é ideal pra criação de sites dinâmicos de qualquer ramo. O PHP pode ser utilizado tanto para um blog quanto para a criação de uma grande loja virtual.

O PHP em si também é muito seguro, basta garantir a correta configuração e atualização do servidor.

Mesmo que você possua um site desenvolvido com outra linguagem, é quase certo que você também possa utilizar PHP em seu código. A flexibilidade da linguagem permite que ela “converse” com uma série de outros serviços. É muito comum que algumas aplicações sejam quase totalmente escritas em outra linguagem de programação e utilizem o PHP para resolver apenas algumas questões. Porém é necessário ter muito cuidado com “gambiarras” que podem estragar todo seu código.

Você também pode ter um site que utilize PHP sem saber nada sobre a linguagem. Porém, é recomendado que você busque conhecer ao menos o PHP básico. Dominar ao menos um pouco da linguagem vai lhe ajudar a fazer alterações importantes sem precisar de um desenvolvedor. Alguns problemas também podem ser facilmente resolvidos com algumas mudanças feitas diretamente no código.

Quem tem uma hospedagem de site em PHP e sabe mexer ao menos um pouco com ele, ganha muito tempo na resolução de alguns perrengues.

Se você está começando a trabalhar com a web, a linguagem também é para você. Nada é mais simples para um iniciante do que construir um site com WordPress, PHP e MySQL. Essa mesma receita constrói também aplicações gigantes, como o New York Times. Seja qual for o tamanho do seu projeto, vale a pena utilizar PHP.

Para saber mais sobre o PHP você pode acessar o manual oficial online.