Quanto custa para criar um site

Quanto custa para criar um site

Segundo os “Live Stats” da Statista, em outubro de 2019 existiam cerca de 1.718 milhões de web sites ativos na rede mundial de computadores. No artigo de hoje você vai ver o custo para ter um site na internet.

Agora, quase um ano depois, é provável que esse número já esteja muito maior, com base no constante crescimento da importância e relevância desses ambientes online. 

Afinal, ter um site na atualidade é uma necessidade real para quem deseja ter uma empresa ou trabalhar com a web. Através deles é possível transmitir uma imagem de maior credibilidade com os clientes, bem como prospectar novos consumidores todos os dias através dos buscadores. 

Sabendo disso, criamos aqui um guia completo com tudo que você precisa saber sobre quanto custa para criar um site, bem como as principais despesas que esse tipo de ação demanda. Desse modo, você poderá se organizar financeiramente para ingressar nesse meio com força total. Continue acompanhando!

Quanto custa para criar um site: os principais gastos para o desenvolvimento

Criar um site exige gastos desde programação até divulgação de marca

Responder quanto custa para criar um site não é uma tarefa fácil. Afinal, o desenvolvimento desses ambientes online pode ser realizado de diferentes maneiras, as quais apresentarão valores maiores ou menores para investimento. 

No entanto, em linhas gerais podemos definir quatro tipos de gastos diferentes para a criação de um site:

  • Domínio;
  • Hospedagem;
  • Design; 
  • Criação de conteúdo.

Dentro dessas quatro subdivisões o criador pode escolher gastar mais ou menos, de acordo com os planos e formatos nos quais decidir trabalhar. Desse modo, o orçamento de desenvolvimento do ambiente online não é estático, tornando a criação mais cara ou mais barata. 

Sendo assim, confira individualmente a que se refere cada um desses gastos e quanto custa para criar um site ativo!

Aquisição de domínio para o site

O domínio do site nada mais é que o link pelo qual ele será encontrado dentro da web. Se trata da parte “.br” que sempre vemos nos endereços online e que é a principal ferramenta para distinguir um site de outro dentro da internet. 

O domínio funciona como uma espécie de aluguel de espaço na rede mundial de computadores. Para te-lo é preciso pagar determinado valor, o qual pode ser renovado por longos períodos de tempo. Caso o usuário prefira não continuar com seu contrato, o domínio deixa de ter um dono e pode ser alugado para outra pessoa, que o utilizará para outro site. 

A contratação desse serviço pode ser realizada de diferentes maneiras, tendo elas um impacto direto na resposta de quanto custa para criar um site.

Por exemplo, a compra do nome pode ser feita diretamente pelo Registro.br, órgão nacional responsável pelas vendas aqui no Brasil. Caso essa seja a opção, o valor fica em torno de 40 reais por ano. 

Outra alternativa é realizar a compra do domínio em uma empresa especializada do ramo. Esse formato é bacana para quem fará a compra também da hospedagem, pois companhias como a HostGator oferecem pacotes onde o domínio é fornecido gratuitamente. 

Sendo assim, antes de realizar a aquisição vale fazer uma pesquisa ampla e entender em qual opção o seu site se encaixa melhor.

Hospedagem para o site

A hospedagem se trata do mesmo processo de manutenção que o domínio, sendo um dos custos mais importantes o cálculo de quanto custa para criar um site. Afinal, é ela que permitirá a transferência de dados entre o seu site e a internet, fazendo com que ele fique online. 

Os planos de contratação desse serviço variam conforme a finalidade do ambiente online que será criado. Para sites mais simples, onde a criação de conteúdo será o principal objetivo, uma hospedagem compartilhada é mais do que suficiente para manter tudo no ar sem grandes dificuldades. Nesses casos, o valor fica em torno de 50 reais por mês.

No entanto, se o objetivo é entender quanto custa para criar um site de e-commerce, por exemplo, é necessário investir em uma hospedagem com maior capacidade e espaço para armazenamento. Nesse caso, VPS, cloud e servidor dedicado podem ser opções viáveis. Caso essa seja a sua opção, o custo total da hospedagem pode chegar em até 1.000 reais mensais. 

É importante dizer que existem no mercado algumas opções de hospedagem grátis, mas elas são muito limitadas em relação a qualidade, armazenamento e suporte. Sendo assim, não são opções viáveis para quem deseja saber quanto custa para criar um site com objetivo profissional.

Criação de identidade visual 

A identidade visual é a responsável por criar uma boa imagem para a marca

O design com toda a certeza é uma das partes mais importantes para a sua construção dentro de marca dentro do mercado.

Através dele é possível criar uma identidade visual profissional para o site, mostrando aos possíveis clientes a confiabilidade e segurança que a empresa deseja transmitir. 

Para isso podem ser usados templates gratuitos, opções pagas dentro da hospedagem ou contratar um profissional específico para criação de um design especial.

Quando o formato é escolhido dentro da empresa já contratada para hospedagem, por exemplo, pode-se pagar valores que variam de 100 a 1000 reais. 

Já em relação a contratação de serviços de uma agência ou de um profissional do design, os valores podem subir consideravelmente.

Nesses casos o custo costuma ser cobrado de acordo com toda a estrutura do projeto, começando na base dos dois mil reais e chegando a cifras como cinquenta mil reais. 

Sendo assim, para dar o pontapé inicial e economizar um pouco no cálculo de quanto custa para criar um site, a melhor opção é contar com um template já pronto, que atenda as características necessárias para a o desenvolvimento do ambiente. 

Criação de conteúdo 

Sem dúvida alguma a criação de conteúdo é uma das partes mais importantes no desenvolvimento de uma página.

Sendo assim, deve ser considerada com atenção no cálculo de quanto custa para criar um site. Afinal, é através dela que o ambiente começará a funcionar e se tornar ativo. 

Chamamos de conteúdo toda a área interna da página, que abrangerá desde a publicação de possíveis produtos para a venda até imagens, textos e landing pages para captação de contatos.

Sendo assim, é uma etapa primordial tanto para a construção visual quanto para o funcionamento da plataforma. 

Nesse sentido, a criação de conteúdo pode ser feita pelo próprio usuário de maneira autônoma ou através da contratação de um profissional.

Contratação de um redator profissional

Na segunda opção conta-se com a experiência do redator com aplicação de técnicas como SEO, fazendo com que o site ganhe mais notoriedade dentro dos buscadores.

Para a contratação de um profissional dessa área os valores podem variar bastante de acordo com o serviço solicitado.

Redatores freelancers costumam realizar seu preço de acordo com a quantidade de palavras escritas, mas também podem fazer pacotes com valores mais flexíveis para assumir todo o projeto de criação do site.

Com base em todos esses fatores, o cálculo de quanto custa para criar um site fica em cerca de 2.000 a 3.000 reais, variando de acordo com as escolhas do usuário.

Além disso, vale ressaltar que ter um ambiente online também exige gastos com manutenção. Portanto, é muito importante ter uma reserva financeira para os meses seguintes a colocação do site no ar. 

E aí, já fez uma estimativa de quanto vai custar para trazer seu site para a web? Se você deseja continuar estudando e aprendendo tudo sobre tecnologia e internet, conheça o nosso blog!

Aqui postamos conteúdos atualizados com as melhores ideias e materiais para você se manter sempre por dentro das novidades!

*Condições no site