O que é um Servidor Web (Web Server)

o que é servidor web web server

Sempre que lemos blogs, ouvimos músicas online ou assistimos vídeos no YouTube, estamos utilizando um Servidor Web. É neles que estão hospedadas todas as páginas, imagens e códigos referentes a um site na internet.

O Web Server é responsável por processar os requisitos do usuário, resgatar e salvar dados e enviar respostas adequadas às requisições do cliente. É importante lembrar que a correta configuração do servidor web implica numa melhor hospedagem e desempenho para seu site ou serviço.

Saber como funciona e quais as diferenças entre os servidores web é crucial para um bom desempenho de uma aplicação na internet. É ele que faz a conversação do utilizador do serviço com os bancos de dados, e seu correto funcionamento é vital para a segurança e a velocidade da hospedagem.

Qual a função de um Servidor Web

De maneira geral, um Servidor Web nada mais é do que um computador com software e hardware configurados para hospedagem de aplicações. Os códigos desenvolvidos para as páginas ficam armazenados na memória interna do servidor. O software é responsável por fazer a comunicação através de protocolos com o computador do cliente. Assim, a principal função do Web Server é processar as requisições através dos scripts e responder de maneira adequada.

Os bancos de dados também ficam hospedados no Servidor Web. Lá estão todos os dados de clientes, registros de compras, dados de cartão de crédito, etc. Por isso, o Web Server também tem a missão de armazenar e proteger dados importantes.

A grosso modo, podemos dizer que toda internet depende dos Web Servers. É através do Protocolo de Transferência de Texto (HTTP) que os usuários podem navegar em sites e aplicações que ficam hospedadas em servidores.

Servidor Web próprio ou alugado?

Atualmente, mais de 90% das aplicações na web ficam em servidores alugados. O que isso significa? É possível ter um servidor próprio ou alugar um através de uma empresa de hospedagem.

No caso de um servidor próprio, o cliente ou a companhia é proprietária de uma máquina que armazena seus sites. Essa opção é pouco usada pelo alto custo. Para ter um Web Server próprio é necessário um grande investimento em manutenção e configuração.

Por este motivo, a maioria das pessoas buscam alugar um servidor web. Nesse caso, toda a administração e configuração do server fica a cargo da empresa de hospedagem. Isso reduz muito os custos e garante que o servidor esteja sempre atualizado. Além disso, a segurança dos arquivos é assegurada por profissionais do ramo. Também é muito melhor não precisar ter espaço físico para comportar um Servidor Web próprio. Contratar uma hospedagem acaba sendo a melhor solução na maioria dos casos.

Como um Servidor Web funciona

Basicamente, o trabalho do Servidor Web pode ser resumido em receber requisições, processá-las e retorná-las. Esse seria o funcionamento ativo do Web Server. Vale frisar que ele também armazena em seu HDD ou SSD os dados pertinentes.

Mas como um Servidor Web reconhece quem fez a requisição para enviar uma resposta? Através do endereço de IP. O IP é um número que identifica todos os dispositivos conectados à rede. Seja computadores tradicionais ou grandes servidores, cada um deles tem um endereço de IP diferente.

Conhecer o funcionamento básico de um Servidor Web é importante para saber onde pode estar um determinado erro. Os passos da operação são, de forma básica:

  1. O Navegador Web pesquisa o domínio em um Servidor DNS. Desta forma, ele consegue encontrar o IP do Web Server desejado;
  2. O Servidor Web recebe a solicitação de uma URL por parte do Navegador;
  3. As requisições são processadas no Web Server. Lá são executadas tarefas como os scripts PHP, por exemplo. O Servidor então responde com a página e a envia pelo Protocolo HTTP;
  4. O Navegador recebe as informações e exibe o site ao visitante.

Servidor Web – Hardware

Como diz aquela velha piadinha de T.I: O hardware é aquilo que você chuta. Brincadeiras à parte, é mais ou menos isso mesmo.  O Hardware é a parte física do Servidor Web. Esse é o lugar onde são efetivamente armazenadas as páginas e códigos da aplicação.

Essa parte do servidor nada mais é que um computador normal. Possui disco rígido, memória RAM e um sistema operacional. Entretanto, são geralmente mais robustos que as máquinas tradicionais. Isso porque precisam estar conectados 24h à internet.

Um detalhe importante é que um sistema Web pode estar hospedado em mais de um servidor. É bastante comum em grandes projetos que algumas partes do código estejam em lugares diferentes. Isso é possível porque assim como os servidores se comunicam com o cliente, eles também conversam entre si.

Servidor Web – Software

O software de um Servidor Web corresponde ao seu Sistema Operacional e aos programas instalados. O Sistema operacional é o “pano de fundo” sobre o qual as outras aplicações rodam.

As melhores hospedagens de sites do mercado utilizam sistemas operacionais Windows ou Linux em seus servidores. Os sistemas baseados em Linux são muito utilizados na maioria dos Servidores Web devido à vasta compatibilidade de programas e à segurança oferecida pela plataforma. Os sistemas Windows são mais utilizados em hospedagens que utilizam serviços da Microsoft, como o SQL Server.

Existe uma infinidade de softwares pra servidores web, os mais importantes são:

  • FTP – É utilizado pelo usuário para enviar os arquivos de seu site para a hospedagem. O cliente pode criar suas páginas em seu computador e enviá-las ao Servidor Web por FTP, por exemplo;
  • HTTP – É o protocolo de comunicação do Servidor com o cliente e com outros servidores;
  • Servidor de E-mail – Recebe, guarda e envia mensagens eletrônicas;
  • Banco de Dados – É um sistema que armazena e administra dados da hospedagem.

Vimos antes que a intercomunicação dos Servidores Web permite que uma aplicação retorne dados de mais de um deles. Isso é muito comum, inclusive em sites menores, graças aos WebServices.

Os WebServices são serviços que possibilitam a comunicação entre aplicações diferentes. Imagine que você possui um pequeno site do seu negócio próprio. Nele, você quer colocar um mapa com a localização do estabelecimento. Isso pode ser feito através do WebService do Google Maps. Desta forma, os arquivos do seu site são enviados pelo seu servidor de hospedagem, mas o mapa é processado nos servidores do Google.

Tipos de servidores Web

Na hora de hospedar um site, sua aplicação pode ser colocada em um Servidor Web compartilhado ou em um dedicado. A escolha depende do tamanho, requisitos e capacidade financeira do projeto.

A hospedagem compartilhada é a mais popular no mercado. Funciona da seguinte forma: o seu site fica hospedado em um servidor junto com diversos outros sites de outros clientes. É como se fosse um prédio, onde sua aplicação é um dos apartamentos e possui vários outros vizinhos.

A principal vantagem é o baixo custo, pois alugar este tipo de hospedagem sai bem mais em conta. Outro ponto positivo diz respeito à escalabilidade. Imagine que você está começando com um pequeno projeto: não vale a pena gastar milhares de reais em um servidor gigante, não é mesmo? Mas imagine que seu site cresça e você precise de mais espaço? Teria que então migrar para um servidor mais robusto. A escalabilidade é a capacidade que a hospedagem tem em adequar-se às necessidades do cliente.

A hospedagem compartilhada também é ótima para sites que usam um CMS popular, como o WordPress e o Joomla. Esse tipo de Servidor Web comumente oferece suporte às tecnologias mais utilizadas, como PHP, MySQL e Gerenciadores de conteúdo.

a hospedagem dedicada é quando existe um servidor exclusivo para sua aplicação. Ela é ideal para sites ou blogs que possuem um grande número de visitantes. A hospedagem dedicada é mais veloz e comporta mais acesso. Se, por exemplo, um dos sites de uma hospedagem compartilhada estiver recebendo muitos visitantes, isso pode afetar o desempenho de um “site vizinho”. Esse problema não existe na hospedagem dedicada, onde todos os recursos vão para uma aplicação específica.

Conclusão

Conhecer as características e o funcionamento de um Servidor Web é fundamental para quem trabalha com a internet. Conhecendo o básico de Web Servers é possível antecipar a solução de diversos problemas.

Com o que você aprendeu aqui, será muito mais fácil apontar qual local da sua aplicação está dando erro. Não esqueça que a atualização e configuração corretas do Servidor Web são imprescindíveis para a velocidade e segurança do seu site.

Agora você sabe a importância que os servidores têm na internet, e como precisam de uma atenção especial. Você com certeza irá olhar de forma diferentes para as informações de Web Server na hora de escolher a melhor hospedagem para seu site.