Hospedar site em casa: entenda os riscos

hospedar site em casa

Criar um site vai muito além de só atualizar e produzir conteúdo, sem manter um bom planejamento. Por isso, é preciso tomar todas as providências necessárias para que ele se mantenha no ar de maneira constante, sem quedas e instabilidades para os usuários. Assim, é essencial escolher a melhor maneira para mantê-lo no ar e evitar hospedar site em casa.

Afinal, existem diversos tipos de hospedagem para as mais variadas condições e necessidades do usuário.

Sendo assim, é importante se atentar e escolher qual vai atender aquilo que você busca, para fornecer um site qualificado e seguro aos seus usuários. Sem riscos de ficar fora do ar ou ainda travar bem no meio do conteúdo, ou ainda pior, de uma compra!

Porém, você sabia que existem muitos riscos em manter a hospedagem e domínio do seu site em casa? Ficou curioso? Quer saber mais detalhes de tudo isso e muito mais?

Continue acompanhando esse artigo que preparamos para você e descubra tudo sobre os riscos de hospedar site em casa!

O que é hospedagem?

A hospedagem de um site é um serviço digital que permite que sejam publicados sites ou atualizações dentro da internet. Em outras palavras, a hospedagem é um contrato de aluguel por um espaço dentro de um servidor.

É nele que ficam armazenados todos os arquivos e dados que são necessários para que haja um bom desempenho do ambiente online.

O servidor, por sua vez, nada mais é que um computador físico que nunca deve ser desligado, pois é por meio dele que seu site ou aplicação vão se manter sempre online.

Como funciona a hospedagem de um site?

Agora que você já sabe o que é a hospedagem de um site, é importante também saber como ela funciona.

Para a criação de um novo site, é necessário um provedor de hospedagem de site que tem a função de fornecer espaço no servidor. Seu provedor armazena todos os seus arquivos e bancos de dados dentro deste computador físico..

Assim, sempre que algum internauta digitar o seu domínio no navegador, seu provedor automaticamente transfere todos os arquivos necessários e disponíveis, atendendo a solicitação do usuário.

Existem vários tipos e pacotes de hospedagem, basta procurar e escolher aquele que melhor atenda às suas necessidades. Entre empresas nacionais e internacionais, as possibilidades são muitas e devem ser bem pesquisadas antes que seja tomada a decisão final.

Por que não hospedar seu site em casa?

hospedar site em casa
Hospedar o site em casa costuma ser sinônimo de instabilidade no ambiente

Existem diversos riscos e motivos para que a hospedagem do seu site seja realizada por uma equipe e lugar adequado.

Como citado no primeiro tópico, a hospedagem precisa necessariamente de um servidor. Afinal, ele tem a responsabilidade de armazenar todas as informações e conteúdos do seu site em um computador físico, que não pode de maneira alguma ser desligado.

Caso isso aconteça toda a rede do site cairá, deixando-o completamente fora do ar, o que pode resultar em diversas consequências negativas, inclusive a perda de diversos acessos. 

Hospedar site em casa: risco de perder vendas

Portanto, na maioria das vezes, a hospedagem do site em casa não recebe uma estrutura tão qualificada quanto exige. Além desse já citado, diversos outros malefícios podem ser notados, acompanhe alguns:

  • Acesso limitado;
  • Espaço limitado dos dados;
  • Site frequentemente fora do ar;
  • Problemas na atualização dos arquivos no site;
  • Ausência de suporte;
  • Segurança frágil ou inexistente, podendo enviar vírus àqueles que acessam;
  • Propagandas, anúncios que tornam a imagem do seu site menos confiável ao internauta.

Diferença de domínio e hospedagem

Agora que você já sabe o que é a hospedagem e como ela funciona, descubra quais são as principais diferenças entre domínio e hospedagem.

A empresa de hospedagem concede permissão para que você possa alugar um espaço no servidor para seu site.  O domínio, por sua vez, é o seu endereço do seu site, comumente caracterizado pela parte “.br” na URL.

É como se o domínio fosse o endereço da sua casa e, seguindo esse endereço, os usuários poderão encontrar o servidor no qual você se encontra, bem como todas as informações do seu site.

Essa busca pode acontecer de maneira orgânica, através dos resultados do  Google, ou diretamente pelo link do ambiente. 

O que ocorre em grande parte dos provedores de hospedagem é que você precisará adquirir o domínio separadamente. Ou então, caso já possua um domínio, pode simplesmente transferir para o seu provedor de hospedagem atual.

Assim como os pacotes de hospedagem, é preciso pagar pelo seu domínio (endereço online) anualmente, para que possa manter a titularidade e continuar utilizando o mesmo link para o ambiente.

Existe mais de um tipo de hospedagem? Quais são eles?

Como citamos anteriormente, existem diversos tipos de hospedagem.  No entanto, é necessário analisar e escolher corretamente qual é a ideal para você, de modo a fornecer um serviço qualificado e interessantes aos internautas.

Acompanhe a seguir quais são os tipos de hospedagem e suas  respectivas funções:

  1. Hospedagem Compartilhada: é de longe a hospedagem mais utilizada no mercado. Nela vários sites dividem um só servidor, sendo atualmente a mais indicado para sites e blogs. Com um preço acessível pela alta competitividade no mercado, é possível encontrar uma a partir de R$10,00 mensais;
  2. Revenda de site: é o mais adequado para aqueles que buscam revender a hospedagem, já que permite a hospedagem compartilhada. Nesse formato você também pode criar diversos painéis de controle para serem customizados, que atendem de acordo com o desejo dos internautas, tais como preço, pacotes e muito mais;
  3. Servidor Virtual (VPS): é intermediário entre o servidor compartilhado e pessoal (dedicado). Ele permite customizar quase todas as configurações;
  4. Hospedagem em Nuvem: as informações nesse tipo de hospedagem estão espalhadas em vários servidores, possibilitando uma grande elasticidade de seus recursos;
  5. Servidor Dedicado: é superior a todos os outros tipos de hospedagem, pois existe um servidor inteiro apenas para o seu site, sem compartilhar com nenhum outro. É indicado para blogs e sites que tenham um grande número de acesso.

Agora que você já descobriu que hospedar seu site em casa não é uma boa opção, vale continuar a sua busca pelo melhor plano de hospedagem. Apenas desse modo será possível garantir um ambiente online seguro e sempre dentro do ar, a disposição dos usuários. 

E para continuar por dentro dos melhores conteúdos sobre tecnologia, continue acompanhando o nosso blog! Aqui postamos artigos completos com diversos temas que irão te ajudar a se tornar um especialista no meio digital!

*Condições no site