Servidor Gerenciado – O que é, como funciona e para quem é indicado

servidor gerenciado

Tão importante quanto escolher o tipo de servidor da sua hospedagem, é decidir entre uma opção gerenciada ou não. As duas possibilidades possuem preços, características e público alvo diferentes, e nada melhor do que conhecer os detalhes técnicos para encontrar a melhor solução indicada para o seu projeto.

Aqui você vai aprender as principais vantagens de um servidor gerenciado e o que ele oferece. É claro que cada empresa de hospedagem possui diferenças em seus serviços, mas vamos mostrar de maneira geral o que um servidor gerenciado entrega ao cliente. Vamos lá!

O que é um Servidor Gerenciado

Primeiramente, vamos conhecer um pouco do conceito. Ao contratar um servidor de hospedagem (cloud, VPS ou dedicado) o cliente pode escolher se o gerenciamento será realizado por ele mesmo ou pelo provedor de hospedagem. Quando a empresa de hospedagem fica encarregada pelo gerenciamento, chamamos de Servidor Gerenciado.

Ou seja, o provedor de hospedagem é responsável pela manutenção, monitoramento e atualização do servidor de hospedagem. Todo trabalho de infraestrutura é realizado pelos profissionais técnicos da empresa, deixando o cliente livre para trabalhar na sua aplicação web.

O Servidor Gerenciado é um servidor convencional, sem diferenças técnicas em comparação com as demais máquinas da empresa. Ou seja, o funcionamento do servidor é o mesmo, o que diferencia a opção é que o provedor da hospedagem fica a cargo do gerenciamento do seu servidor, como se fosse um “Plus” ou serviço extra na sua hospedagem.

Diversas empresas de hospedagem oferecem o Gerenciamento como uma opção à parte: você contrata o tipo de servidor que deseja e escolhe se quer que ele seja gerenciado por eles ou se você mesmo irá gerenciar.

Na opção gerenciada, o provedor faz todas as instalações e configurações necessárias para o servidor funcionar, você só precisa inserir os arquivos do seu site. Em um servidor VPS, por exemplo, é responsabilidade da empresa colocar a máquina virtual para rodar corretamente.

Além disso, no servidor gerenciado cabe ao provedor manter os backups, atualizar softwares de segurança, sistema operacional e todas as demais atividades de manutenção da hospedagem. A opção também fornece suporte técnico especializado para realizar monitoramento e resolver eventuais problemas.

Tipos de Gerenciamento

Com a diferença de requisitos de cliente para cliente e a evolução das empresas de hospedagem, começaram a ser fornecidos diferentes tipos de gerenciamento. Vamos ver os principais do mercado e suas diferenças.

Gerenciamento Somente Hardware

Neste tipo de gerenciamento, cabe ao provedor de hospedagem ou ao Data Center a manutenção apenas do hardware do Servidor. Substituições e reparos de chips de memória, periféricos e unidades de armazenamento físicas são realizados pela empresa.

Este tipo de serviço é fornecido por padrão pela maioria das empresas de hospedagem, principalmente nas opções Cloud, dedicada e VPS, onde na maioria dos casos o Servidor físico fica em um data center longe do cliente.

Gerenciamento Somente Software

O Gerenciamento somente do software do servidor é um serviço que geralmente não é realizado pelo provedor da hospedagem, mas sim por empresas especializadas em gerenciamento de software.

Por exemplo: você adquire uma hospedagem sem gerenciamento de software e contrata uma empresa à parte para fazer este serviço.

Neste caso, fica a cargo da empresa contratada a instalação, manutenção e monitoramento dos programas necessários para o funcionamento do servidor, tais como: bancos de dados, sistema operacional, programas de comunicação, PHP, etc.

Gerenciamento Proativo

O gerenciamento ativo ou proativo está relacionado à proatividade do provedor de hospedagem para resolver os problemas do Servidor. Nesta forma de gerenciamento, a empresa faz um monitoramento constante do serviço. Assim que um problema no servidor é detectado, os técnicos começam a trabalhar para corrigir os erros. Não é necessário que o cliente entre em contato com a empresa para que o problema comece a ser resolvido. É indicado para quem não tem tempo para ficar monitorando o servidor e precisa de agilidade no reparo de qualquer erro.

Essa é a opção ideal para quem deseja um serviço monitorado 24 horas por uma equipe de profissionais e não quer o serviço fora do ar por problemas técnicos. A disponibilidade de um serviço com gerencialmente proativo costuma ser bem maior que a de um com gerenciamento passivo.

Gerenciamento Passivo

Quando o cliente precisa detectar o problema e entrar em contato com a hospedagem para solicitar a manutenção, chamamos de gerenciamento passivo. Ou seja, cabe ao cliente monitorar o funcionamento do serviço e comunicar eventuais irregularidades. Pode ser uma opção indicada para empresas que possuem um setor ou funcionário responsável por monitorar os serviços de T.I. Se não é um grande problema para você se o seu site ficar fora do ar de vez em quando, essa opção pode ser recomendada.

No gerenciamento passivo é preciso haver um constante monitoramento do serviço a fim de identificar possíveis problemas com o site. Para quem não tem tempo ou não quer utilizar nenhuma ferramenta de monitoramento, esta não é a melhor opção de serviço.

Comparativo – Servidor Gerenciado e Não Gerenciado

Uma vez que conhecemos as principais características do Servidor Gerenciado, podemos compará-lo com a opção não gerenciada para entender melhor qual é a mais indicada para o seu site. Vamos esquematizar para ficar fácil:

 Servidor GerenciadoServidor Não Gerenciado
Segurança É uma opção mais segura pois toda atualização de softwares, configuração de firewall e sistema operacional fica a cargo do provedor. Além disso, algumas empresas realizam auditorias de segurança periodicamente. Como a instalação e manutenção de software fica a cargo do cliente, é uma opção menos segura.
Backups É de responsabilidade da empresa de hospedagem realizar backups para eventuais erros no servidor, o que traz mais segurança aos dados. Cabe ao cliente fazer os backups periodicamente, o que cria risco de perda de dados do servidor.
Acesso Possui acesso mais limitado a algumas opções internas do servidor. O cliente tem acesso ilimitado a todo o servidor.
Tempo Com a garantia do serviço rodando, o cliente tem mais tempo para trabalhar na sua aplicação. É necessário ter tempo para instalar, configurar e fazer a manutenção do servidor, o que resulta em menos tempo para trabalhar no seu próprio site ou sistema.
Desempenho A atuação da equipe técnica na manutenção do servidor oferece o máximo de desempenho. O Desempenho depende das configurações realizadas pelo cliente.
Personalização Algumas opções de personalização são desativadas por questões de segurança ou limitações técnicas do provedor. O cliente tem opções de personalização ilimitadas, podendo instalar softwares ou sistemas operacionais específicos e não usuais.
Custo Por vir acompanhado de uma gama de serviços, possui um custo maior. É uma opção mais barata que o Servidor Gerenciado.

Quais as vantagens do Servidor Gerenciado

Ao comparar os dois servidores, já conferimos algumas vantagens do Servidor Gerenciado. Vamos salientar agora as principais características deste serviço que pode lhe trazer uma melhor hospedagem.

  • Menor custo de operação: É bem verdade que o valor da hospedagem gerenciada é bem mais alto que o da não gerenciada. Entretanto, pagar um pouco a mais ao provedor pode evitar custos com equipes de manutenção de servidor. Imagine que sua empresa ou negócio não possui um setor de T.I. com funcionários especializados em manutenção de servidores. Você acabaria gastando muito mais contratando profissionais a parte do que contratando diretamente um Servidor Gerenciado;
  • Monitoramento: Nos servidores com gerenciamento ativo, uma equipe fica 24/7 monitorando o seu servidor. O resultado disto é uma disponibilidade muito maior do seu serviço, otimizando o Uptime do seu site;
  • Segurança: Como as configurações de firewall, antivírus e atualizações do sistema operacional ficam sob responsabilidade do provedor de hospedagem, sua aplicação fica muito menos vulnerável a ataques e vazamentos de dados;
  • Suporte: Poder contar com uma equipe de suporte é uma vantagem muito importante. Só quem já passou por perrengues sabe como é bom poder dispor de profissionais para ajudar a resolver os problemas. Esse é um dos principais atrativos do Servidor Gerenciado;

Para quem é indicado

Agora que já conhecemos as principais características dos Servidores Gerenciados, podemos avaliar quem eles são indicados. A melhor forma de decidir é conhecendo bem os requisitos do seu site e suas capacidades operacionais. Afinal de contas, a escolha certa vai depender de situação para situação.

Vamos listar os principais casos em que a utilização de um servidor gerenciado é indicada:

  • Se você quer utilizar todo seu tempo disponível trabalhando no seu site ou aplicação, sem perder tempo configurando e fazendo manutenção do servidor;
  • Caso a disponibilidade e o Uptime do seu serviço seja de crucial importância, precisando de monitoramento constante para que ele não fique fora do ar;
  • Caso você não tenha conhecimento técnico de administração de servidores;
  • Se a sua empresa não possui um setor de T.I. ou o setor não tem profissionais técnicos com experiência em manutenção de servidores;
  • Você não quer se envolver com o gerenciamento da infraestrutura do servidor;
  • Você quer concentrar todo seu esforço no seu negócio, deixando tarefas secundárias a cargo de terceiros;
  • Caso as opções de acesso e personalização do servidor não sejam tão importantes para o seu negócio.
  • Se os produtos e softwares oferecidos pelo provedor de hospedagem atendem aos seus requisitos e se enquadram no seu orçamento.

Resumindo a ideia central, o servidor gerenciado é uma excelente opção para quem não tem conhecimento técnico para fazer as configurações do servidor ou não quer perder tempo com isso. É bom lembrar que manter um servidor não é tarefa das mais fáceis, e se você acha isso é melhor pensar bem. Para que o servidor garanta uma melhor hospedagem, são necessárias atividades como:

  • Instalação e atualização de softwares como MySQL/MariaDB, Apache, PHP, Sistema Operacional, Firewall, entre outros. Vale salientar que a cada atualização é necessário checar os outros programas para ver se a compatibilidade foi mantida;
  • Realizar e manter o backup atualizado principalmente antes de atualizações importantes;
  • Monitorar o funcionamento do servidor e otimizar o Uptime;
  • Realizar testes de segurança;
  • Conferir logs de atividade;
  • Programar e colocar para rodar scripts necessários;
  • Realizar reparos rotineiros.

Quando contratar um Servidor Não Gerenciado

Apesar das imensas vantagens da hospedagem gerenciada, existem casos em que vale mais a pena a contratação apenas do Servidor sem gerenciamento. Se a sua empresa possui uma forte equipe de T.I. com conhecimento técnico de servidores, vale a pena a contratação de um servidor não gerenciado.

Quem tem uma empresa que possuía um servidor físico próprio e está migrando para uma hospedagem cloud, pode se beneficiar de contratar um Servidor Gerenciado somente hardware, ficando com a administração da infraestrutura de software. Isso ajudará a reduzir os custos com a hospedagem.

Se o seu negócio necessita de softwares muito alternativos ou específicos, a opção não gerenciada pode ser a melhor opção por ser mais personalizável. Você pode instalar qualquer tipo de sistema operacional, software ou script sem qualquer restrição.

O Servidor não gerenciado também é indicado caso a sua aplicação não possa ser acessada por nenhum terceiro sob qualquer hipótese, nem mesmo os técnicos de suporte do provedor de hospedagem.

Conclusão

Enfim, podemos dizer que a contratação de um Servidor Gerenciado — de preferência com gerenciamento proativo — é a melhor forma de ter o serviço funcionando sem precisar se preocupar muito com a parte técnica.

Conhecendo os detalhes apresentados aqui, você conseguirá avaliar que tipo de servidor é o melhor para a hospedagem da sua aplicação. Não esqueça de verificar com o provedor de hospedagem qual o tipo de Gerenciamento que eles oferecem e como funciona o suporte técnico. Pesquise bem e compare as opções existentes no mercado para escolher a melhor hospedagem de site para o seu negócio.